CONCURSO "CONTAR O HOLOCAUSTO"

Informamos que o envio dos diplomas aos concorrentes será feito tão breve quanto possível e a entrega dos prémios ocorrerá durante o presente ano letivo, em data a anunciar.

PUBLICAÇÃO DOS RESULTADOS

1º PRÉMIO

BD "EMUNÁ"

Escola Secundária da Amadora (Agrupamento de escolas Pioneiros da Aviação Portuguesa)

João Francisco Cabral Correia, 16 anos - argumento e ilustração  (11º ano)

João Francisco Simão Abrantes Mendes, 17 anos - argumento (11º ano)

Profª Manuela Reis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1ª Menção Honrosa

Quadro

Quadro "Train numéro 813"

Escola Secundária António Arroio

João Filipe Borges Natário (10º ano)

Prof. Pedro Mil-Homens

 

2ª Menção Honrosa

Web site "Holocausto"

Escola Básica 2/3 S José Relvas Alpiarça

Eva Costa (12º ano)

Mariana Peso (12º ano)

Sara Pereira (12º ano)

Profª Lina Duarte

Endereço: https://contarholocausto.wixsite.com/contaroholocausto

3ª Menção Honrosa

Poema "Vi o teu rosto"

Escola Secundária Oliveira do Bairro

Alexandre Melo Mota (10º ano)

Diogo Martins Ribeiro (10º ano)

Mário João Pereira Lopes (10º ano)

Prof. António Travassos

POEMA
Vi o teu rosto…


Vi o teu rosto, e estremeci…


Vi o teu rosto na Estrela de David,
que te pesava no ombro,
e na curva do teu corpo,
que suportava todas as humilhações.


Vi o teu rosto na noite…na Noite de Cristal…
e em todas as noites que se seguiram.
O teu rosto iluminado pela dúvida e pelo medo.
Nas interrogações de tantos rostos, cansados,
fechados dentro de carruagens,
embalados pelo movimento dos comboios.
Comboios, comboios e mais comboios…
Rostos, rostos e mais rostos…


Vi teu rosto presente no Gueto de Varsóvia,
em Dachau, Treblinka, Belzec, Chelmno, Bergen-Belsen…
Na tua inquietação ao chegares a Auchwitz.
“Arbeit macht frei”
Na multidão de olhares vazios, perdidos, separados,
no inferno das câmaras de gás,
no abismo das valas comuns,
no fumo a sair das chaminés dos crematórios…
Rostos, rostos e mais rostos…


Vi o teu rosto no dia da libertação,
(eu que durante muito tempo tive medo de dizer a palavra liberdade).
Vi o teu rosto nos abraços, nos sorrisos, nas lágrimas…
Nas memórias presas ao arame farpado.
No teu regresso a casa e na procura do teu futuro…


“Oh Jerusalém!”


Vi o teu rosto no Camboja, no Kosovo, no Ruanda…
e em tantos outros rostos naufragados.


Vejo o teu rosto, e estremeço…

A MEMOSHOÁ CONGRATULA TODOS OS PARTICIPANTES NO

 

CONCURSO "CONTAR O HOLOCAUSTO"

Nota: devido ao elevado número de páginas da BD apenas publicamos 4 páginas. 

Balanço e agradecimentos do Concurso "Contar o Holocausto

No âmbito das numerosas atividades educativas que a Memoshoá tem levado a cabo desde a sua fundação há perto de uma década, destaca-se o concurso “Contar o Holocausto” em colaboração com a Direção Geral da Educação (DGE) no ano letivo 2016-2017.

 

Ultrapassando todas as nossas espectativas, participaram no concurso 150 Escolas do Ensino Básico e Secundário de todo o país, continente e ilhas, incluindo uma de Moçambique e outra de França, num total de 743 alunos e 253 professores envolvidos de áreas tão diversas como História (o maior número), Português, Artes, Filosofia, Geografia, Psicologia, Área de Integração, Moral, entre outras.

 

O número de trabalhos enviados a concurso atingiu os 293, nos mais variados formatos e suportes: banda desenhada, quadros, esculturas, diários, poemas, web site, videojogos, vídeos, peças de teatro, textos de ficção, ensaios ….

 

Tendo em conta a quantidade e a qualidade dos trabalhos apresentados, a seleção não foi fácil. A Direcção da Memoshoá levou cerca de dois meses a escolher, com base nos critérios de avaliação definidos no regulamento do concurso, os 16 trabalhos para decisão final do Júri.

 

Composto por Eduardo Marçal Grilo, ex-ministro da Educação, por Isolina Frade em representação da DGE, pela jornalista do Expresso Luciana Leiderfarb,  por Luísa Godinho em representação da Memoshoá e por Maria Manuel Castro, estudante da Faculdade de Letras de Lisboa. o Júri decidiu premiar 4 trabalhos já sinalizados no site da Memoshoá:

 

1º Prémio contempla a BD Emuná (Fé) da Escola Secundária da Amadora

 

1ª menção honrosa e  Prémio Especial do Juri, atribuído ao quadro Train numéro 813 da Escola Secundária António Arroio

 

2ª Menção Honrosa atribuída ao Web site “Holocausto” da Escola EB 2/3 5 José Relvas de Alpiarça

 

3ª Menção Honrosa atribuída ao poema Vi o teu rosto, Escola Secundária de Oliveira do Bairro

 

A principal conclusão que podemos tirar deste concurso é o grande interesse revelado por alunos e professores relativamente ao tema proposto. O próprio prémio anunciado - uma viagem ao campo de Auschwitz/Birkenau e não um tablet, um Iphone ou algo do género – reforça essa conclusão.

 

Para a Memoshoá, o entusiamo demonstrado é fonte de reflexão e simultaneamente de estímulo porque significa que o período histórico abordado, a Segunda Grande Guerra, o nazismo e o Holocausto, não é apenas a pior tragédia que ocorreu no século XX, mas algo que pode ser fonte de ensinamentos para o presente e um alerta para o futuro.

 

Cada um dos trabalhos apresentados a concurso exigiu um trabalho ao longo do ano lectivo de estudo, compreensão histórica e esforço de produção de uma obra sob as mais diversas formas. Estão assim de parabéns todos os alunos e professores que Contaram o Holocausto. Para todos, os nossos mais sinceros agradecimentos e o compromisso de continuarmos a apoiar o vosso trabalho por todos os meios ao nosso alcance.

 

Os nossos vivos agradecimentos também ao Júri do concurso pela disponibilidade, entusiasmo e rigor que dedicou à seleção final dos premiados.

 

E finalmente três agradecimentos muito especiais:

 

À Fundação Calouste Gulbenkian pela generosa comparticipação nos custos do Primeiro Prémio: uma viagem a Auschwitz.

 

À Pinto Lopes Viagens pela comparticipação nos custos do historiador/guia que irá acompanhar os vencedores a Auschwitz.

 

Ao Memorial de la Shoa (França) por subsidiar o prémio especial do Júri: uma visita guiada ao Memorial do Holocausto, em Paris, e ao antigo campo de reagrupamento e concentração de prisioneiros de Drancy.

 

 

A todos, o nosso muito obrigado!

 

Pela Memoshoá

 

A presidente

Esther Mucznik

Cerimónia de entrega dos prémios

Veja a reportagem sobre a cerimónia de entrega dos trabalhos premiados. 

http://www.tvamadora.com/Home/Video/5516

© 2016 MEMOSHOÁ- Associação Memória e Ensino do Holocausto